Max Russi destaca importância da formação técnica de mais de mil agentes de saúde em Mato Grosso

Publicado em 09/04/2021 21h30

Berço do curso profissional Técnico em Agentes Comunitários de Saúde (TACS) com ênfase em Endemias de Mato Grosso, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) foi palco da última cerimônia de formatura de conclusão da qualificação inédita no Estado, na noite desta terça-feira (14.12), no auditório Zulmira Canavarros, em Cuiabá. O evento contou com a presença do presidente da Casa de Leis, deputado Max Russi, idealizador do curso gratuito em Mato Grosso.

Na solenidade, foram diplomados cerca de 280 alunos de Cuiabá e Várzea Grande. No total, 1099 alunos concluíram o curso de formação em 10 municípios polos do estado, com cerimônias também realizadas nos polos de Confresa, Barra do Garças, Campo Verde, Rondonópolis, Tangará da Serra, Cáceres, Sorriso e Alta Floresta. Todos os eventos seguiram protocolos de biossegurança, como uso obrigatório de máscara facial.

A capacitação no formato de Ensino à Distância (on-line), voltada exclusivamente aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate à Endemias (ACE) de Mato Grosso, teve início em fevereiro deste ano. Novas turmas, com cerca de 1500 vagas, estão com as inscrições abertas pelo site www.tacsmt.com.br até 31 de dezembro.

Orgulhoso do feito, Max Russi ressaltou a importância do curso para os profissionais de saúde que entram diariamente nas residências das famílias nos municípios, realizando os primeiros atendimentos da Atenção Básica.

“O curso gratuito oferecido pela Assembleia Legislativa para todo o estado de Mato Grosso promove a qualificação desses profissionais, que podem oferecer melhor atendimento, com mais preparo. Também é uma forma de valorizar esses profissionais, que fazem um serviço tão importante, visitando as casas das famílias, papel fundamental para a saúde”, citou o parlamentar, um dos primeiros a valorizar a categoria, desde o início de sua carreira política.

Ainda segundo o presidente da ALMT, o curso promove benefícios salariais aos profissionais, motivo para continuar oferecendo a capacitação para mais profissionais no Estado. “Com o curso, os agentes têm ganhos, como a efetivação em vários municípios, então vale o investimento e apoio da Assembleia Legislativa. As formaturas foram belíssimas e mostramos o quanto valorizamos os agentes de saúde e combate à endemias”, pontuou.

Para Carlos Eduardo dos Santos, relator da Câmara Setorial Temática (CST), que trata da categoria na ALMT, a primeira edição do curso TACS-MT terminou com as expectativas acima do esperado. Segundo ele, das 1200 vagas disponibilizadas, 1099 alunos conseguiram concluir o curso.

“Chegamos ao final do projeto com o objetivo acima do que nós imaginávamos, estamos formando mais de mil alunos. A evasão foi bem pequena, nosso propósito foi alcançado, uma vez que esses agentes estão sendo valorizados, com as prefeituras promovendo aumento salarial na casa dos 25%. Além disso, o conhecimento adquirido já está sendo colocado em prática”, comemorou o relator.

O coordenador da Escola do Legislativo, Eduardo Manciolli, destacou a qualidade do curso, executado pelo Instituto Brasil Adentro (IBA). “Um curso desse nível hoje não é barato e os agentes tiveram a oportunidade de fazê-lo gratuitamente, iniciativa fantástica do deputado Max Russi. A empresa executora também fez um trabalho brilhante e hoje estamos vendo os resultados”, disse.

Autoridade política presente, o secretário municipal de saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, parabenizou os formandos e a iniciativa da Casa de Leis, que beneficia a saúde municipal.

“Essa qualificação caminha a passos largos em busca da humanização da saúde. Nós temos muito a caminhar, mas são iniciativas como essa que estamos tendo o prazer de participar, que precisávamos. Fica aqui o agradecimento e apoio incondicional do prefeito Kalil Baracat. Parabéns pelo importantíssimo curso que qualifica essa mão-de-obra essencial para a saúde pública”, acrescentou.

Formandos

Estrelas da noite, os agentes, agora técnicos, comemoraram a qualificação ao lado de familiares e amigos. “Esse curso veio para somar, não só no meu trabalho, mas na minha vida, foi muito gratificante, adquiri conhecimento e aprendi novas técnicas para aplicar no dia-a-dia. Oportunidades como essas temos que abraçar”, contou a agente de combate à endemias, Ângela Maria Santos Araújo, de 61 anos, há 23 atuando na área da saúde, em Cuiabá.

Outro agente de endemias, Edmilson Sebastião de Paula, de 46 anos, agradeceu a oportunidade, pois foi o primeiro curso de qualificação que realizou, em 17 anos na área.

“Essa é a primeira qualificação que faço depois tantos anos como agente. Estou muito feliz, e mais ainda, porque sei que o curso vai continuar e outros colegas podem ter a chance de também se qualificar e conseguir um salário mais digno. Obrigada Assembleia Legislativa e deputado Max Russi pela boa vontade”, relatou Edmilson.

A agente comunitária de saúde, Edna da Silva, de 45 anos, também deixou um recado. “Essa conclusão do curso para mim tem um sentimento de vitória, de conquista e melhoria na minha carreira. Agradeço aos excelente professores e ao material impecável. A aprendizagem foi maravilhosa, de grande valia para todos nós da categoria”, concluiu.

Idealizado pela ALMT, através do deputado e presidente da Casa de Leis, Max Russi, em parceria com o governo estadual, prefeituras e secretarias e execução do Instituto Brasil Adentro (IBA), a capacitação é reconhecida pelo Ministério da Educação.

Novas turmas estão com inscrições abertas até 31 de dezembro pelo site www.tacsmt.com.br.

Crédito das Fotos: JLSIQUEIRA/ALMT
Mais Informações: 
Assessoria de Imprensa TACS
Luciane Mildenberger
(65) 99971-1825