Dedicação de tutora e profissional de apoio motivam alunos de curso técnico em agente de saúde

Publicado em 09/04/2021 21h30

Estudantes do curso Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS) têm profissionais capacitados auxiliando-os nos estudos, como no caso do polo Pontes e Lacerda

Processo que oferece suporte humanizado ao estudante, por meio do apoio de um profissional com experiência, a tutoria no Ensino à Distância (EAD) fornece, acima de tudo, a dedicação e o acolhimento necessário para um bom aprendizado. Dessa forma, o aluno se sente mais motivado a manter uma rotina de estudos, mesmo estando fisicamente distante do professor.

Em Mato Grosso, cerca de 1.500 agentes comunitários de saúde e de combate às endemias (ACS e ACE), de vários municípios, fazem parte das novas turmas do curso de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS), através do EAD.

A capacitação é promovida gratuitamente a esses profissionais pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por meio da Escola do Legislativo, com apoio do governo estadual e execução do Instituto Brasil Adentro (IBA).

Enfermeira há mais de 18 anos, Tatiana Paula Ferreira Ferraz, tutora do curso no polo de Pontes e Lacerda, acredita que ser docente é um ato de dedicação contínua, especialmente quando se trata dos alunos agentes, categoria na qual tem muito carinho.

“Adoro ser docente, faço porque gosto e sinto prazer. A tutoria do curso veio como um presente, pois já trabalhei direta e indiretamente com os ACS´s e ACE´s, e sei da importância deles para com a base da pirâmide nas políticas em saúde”, declara a tutora, que já atuou como secretária municipal de Saúde, tem pós-graduação em saúde da família, possui experiência nas áreas de ozonioterapia, estética avançada, auditoria em saúde, urgência e emergência.

Para ela, o curso proporciona um divisor de águas na carreira dos agentes, que podem, inclusive, ser mais valorizados profissionalmente, sendo que sua função é auxiliá-los nessa jornada. “Como tutora tenho a função de ajudar, orientar, animar, puxar a orelha até que eles finalizem o curso e não desistam dessa oportunidade”, frisou Tatiana.

Apoio
Um dos diferenciais do polo Pontes e Lacerda, localidade que oferece suporte técnico aos alunos daquela região, que inclui cidades como Cáceres, São José dos Quatro Marcos, Jauru, Nova Lacerda, Vila Bela, Campos de Júlio, Comodoro, Porto Esperidião, dentre outras, é oferecer suporte presencial de um profissional com vasta experiência na área.

Enerson Alves Pereira, agente de endemias há vários anos, disponibiliza seu tempo para auxiliar os colegas que sentem dificuldades na hora de estudar.

Empenhado à carreira, o profissional sempre buscou por qualificação, sendo bacharel em Administração Pública e pós-graduado em Vigilância em Saúde e Epidemiologia, atua na supervisão de campo e coordenação municipal, mas mesmo experiente, optou por fazer o curso e prestar apoio aos colegas.

“O apoio é na logística, como na entrega do material e outras necessidades que os alunos sentem, porém, tenho um vínculo muito grande com todos e faço questão de ir à casa ajudar quando alguém não está tão familiarizado com o conteúdo on-line. Abro o sistema, faço, peço para a pessoa fazer, repetir, e assim, ela vai pegando o jeito e fico muito feliz com isso”, informa Enerson, que também atua como vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde.

Ele enfatiza que faz o curso para motivar os colegas e mostrar que se qualificando podem ter mais valorização na carreira. “Com o curso, os agentes vão estar mais preparados para as necessidades da população, com um atendimento mais ampliado, com melhor suporte”, conclui Enerson.

Sobre o curso TACS-MT
A capacitação é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e ao final, previsto para novembro, os alunos serão diplomados em cerimônia de formatura e passam a ser técnicos. Além de Pontes e Lacerda, são cidades polos das novas turmas do curso em Mato Grosso, os municípios de Água Boa, Barra do Garças, Cuiabá, Juara, Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste, Sinop, Rondonópolis e Tangará da Serra. Mais informações pelo site: https: www.tacsmt.com.br.