Agentes de Combate à Endemias de Pontes e Lacerda se destacam em curso de capacitação

Publicado em 02/06/2022 15h30

Alunas do curso profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS-MT), com ênfase em Endemias, do polo de Pontes e Lacerda, foram destaque no Projeto Integrador com nota máxima. O projeto é uma das ferramentas pedagógicas do curso, que coloca o aluno diante de situações reais, fazendo-os buscar os melhores caminhos e soluções.

“Estamos iniciando os primeiros módulos do curso, mas já aprendemos muito, com questões relevantes ao nosso trabalho e que estão ajudando a aprimorar ainda mais o que já fazíamos”, disse Silvana Paglarini, agente de Combate à Endemias (ACE), sobre o curso de capacitação oferecido, gratuitamente, pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por meio da Escola do Legislativo.

Segundo Yara Marinalva de Oliveira, o curso é muito bom e ajuda a colocar em prática o trabalho dos agentes, por meio da teoria. “O curso veio para somar, porque temos a prática e o curso nos fornece a teoria, que na correria do dia a dia acabamos não conhecendo. O material e os professores são excelentes, com uma plataforma virtual de fácil acesso”, completou.

Os agentes de Combate à Endemias orientam sobre a prevenção e tratamento de enfermidades infecciosas e buscam prevenir e controlar doenças como dengue, febre de chikungunya, febre pelo vírus Zika, febre amarela, chagas, leishmaniose, dentre outras.

Para Adriana Matucare Chave e Silvia Ferreira Lima, o curso é maravilhoso e aprimora o conhecimento. “É um aprendizado, não só para o nosso trabalho, mas para o dia a dia”, garante Silvia, ao lembrar da importância da capacitação e do conhecimento até para conversar com os moradores e levantar questionamentos.

Dentre as principais ações dos agentes de combate às endemias estão a coleta de reservatórios de doenças, controle por meio químico, cadastramento e atualização da base de imóveis para planejamento e definição de estratégias de prevenção, intervenção e controle de doenças.

“Estou amando fazer o curso, pelo conhecimento que estou adquirindo. As disciplinas são ótimas e a explicação maravilhosa. Quero continuar e chegar até o final, porque as matérias são muito interessantes”, relata a aluna Claudinete Maria dos Santos. Ela diz que assiste as vídeo-aulas e acompanha junto à apostila impressa.

Cerca de 1500 agentes comunitários de saúde e de combate às endemias, estão cursando esta segunda edição do curso para oferecer melhor atendimento à população. A formação é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e promove a valorização profissional, possibilidade de ganhos salariais reais, entre outros benefícios.

O TACS-MT é executado pelo Instituto Brasil Adentro (IBA) e conta com o apoio das prefeituras dos municípios polos de Água Boa, Barra do Garças, Cuiabá, Juara, Peixoto de Azevedo, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra; Secretarias de Saúde e Sindicatos das categorias.

Fotos: Arquivo

Mais Informações: 
Assessoria de Imprensa TACS
Luciane Mildenberger
(65) 99971-1825